UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
Taxa de isolamento social em Niterói chegou a quase 90%, diz prefeito

21/05/2020

O prefeito Rodrigo Neves disse que, com as medidas restritivas, a taxa de isolamento social em Niterói chegou a quase 90% do desejável, permitindo reduzir os índices de contaminação por Covid-19 na cidade.
"(...) Graças à conscientização do cidadão de Niterói, que perseverou no isolamento social nesses 60 dias, com a maior taxa de adesão, chegando a quase 90% do desejável, nós conseguimos achatar a curva, conseguimos reduzir a demanda sobre o setor hospitalar da cidade. Ao mesmo tempo, nós conseguimos reduzir a taxa de contaminação na cidade", citou Neves.
Segundo ele, a cidade "fez seu dever de casa" e adotou medidas como a sanitização de favelas e testagem massiva para impedir o avanço da doença.
Ainda assim, o município registrava, até esta terça-feira (19), 1968 casos e 65 mortes por Covid-19, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde. O balanço é diferente do informado pela Fundação Municipal de Saúde de Niterói, que relata 1.387 casos e 78 mortes por coronavírus.
As medidas restritivas impostas pela prefeitura para o combate ao novo coronavírus começaram no dia 19 de março, quando foi registrada a primeira morte na cidade.
Em entrevista ao Bom Dia Rio nesta quarta-feira (20), Neves confirma a reabertura de parte do comércio e acesso à orla, de forma gradual, a partir de quinta-feira (21) na cidade.
Neves, no entanto, destaca que não se trata de um "afrouxamento" das medidas e diz que "um plano de transição para o novo normal" foi estruturado com o apoio da Fiocruz, UFF e UFRJ.
“É importante que o cidadão compreenda que vamos conviver durante meses com uma situação muito difícil de restrição de atividade e que o que estamos fazendo, com base na ciência, é um planejamento de iniciativas”.
O prefeito explica que as atividades que têm aglomeração de pessoas continuarão fechadas, como shoppings, escolas, universidades, cinemas e teatros.
“Vamos permitir um certo sopro de vida, porque as pessoas em Niterói estão confinadas há 60 dias e, evidentemente, nenhum lugar do mundo você consegue segurar por mais de 60 dias um processo rigoroso de confinamento como Niterói está fazendo”.
Os bloqueios sanitários, no entanto, também continuam.
“Estendemos o isolamento social de Niterói até o dia 30 de junho porque compreendemos que esse ciclo da epidemia vai demorar, infelizmente”, frisa Neves.
Haverá horários para circulação na orla e o uso de máscara é obrigatório e sujeito a multa de R$ 180.

Saiba mais no G1

Novidades

Fechados na quarentena, museus oferecem doses de arte ao público pelas redes sociais

28/05/2020

Arte é resistência. Para continuar oferecendo programação cultural ao público durante a quarentena, ...

Campos, RJ, registra quase 600 casos de chikungunya no primeiro trimestre deste ano

28/05/2020

O mundo todo está lidando com as consequências do novo coronavírus. Em Campos dos Goytacazes, no Nor...

Madeireiras são alvo de ação contra extração ilegal de madeira de reserva indígena de RO

28/05/2020

Duas madeiras do distrito de Extrema e mais três de Nova Califórnia foram alvos de uma ação conjunta...

Bioma mais ameaçado do Brasil, Mata Atlântica vive alta do desmatamento

28/05/2020

O ritmo de destruição da Mata Atlântica voltou a subir após ter sido registrada a menor taxa de desm...

Desmatamento na mata atlântica cresce 27% entre 2018 e o primeiro ano do governo Bolsonaro

28/05/2020

O desmatamento na mata atlântica entre 2018 e 2019 cresceu cerca de 27% em comparação com o período ...

Amazônia perdeu em média 2,1 mil hectares de floresta por dia em 2019, aponta levantamento

28/05/2020

A Amazônia perdeu em média 2.110 hectares de floresta por dia em 2019, área equivalente 1,9 mil camp...