UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidade > Oportunidade

Oportunidade

Coordenação de Capacitação do Inpa seleciona 17 bolsistas para pós-doutorado

Inscrições de 05 de outubro a 05 de novembro

São 15 vagas para atuar nos quatros focos de pesquisas do Inpa e duas bolsas para o programa LBA.
As inscrições serão realizadas por meio do envio de documentos para a Cocap, no endereço eletrônico cocp@inpa.gov.br. Os resultados serão divulgados no site do Inpa, no endereço http://portal.inpa.gov.br/ a partir do dia 29 de novembro deste ano.

Todas as informações estão em: http://portal.inpa.gov.br/index.php/ultimas-noticias/3306-coordenacao-de-capacitacao-do-inpa-seleciona-17-bolsistas-para-pos-doutorado


uerj_inpacocapposdoc17bolsas_452.png

Oportunidade de pós-graduação em Meteorologia Aplicada na UFV

Até o dia 28/10/2018 estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Aplicada na UFV (http://www.posmet.ufv.br/?page_id=1396).

Existem vagas em diversas áreas (itens 12 e 13 do Edital em anexo).

Quem possui o CAD Único ou NIS pode pedir isenção da taxa de inscrição enviando um email para met@ufv.br

A previsão de bolsas pode ser conferida em http://www.posmet.ufv.br/?page_id=1401


uerj_edital 2019-1 - versao 3_447.pdf

Curso Biostartup para pesquisadores do CBI

Informamos que os organizadores do curso solicitam que também participem das equipes, alunos de graduação e de pós-graduação.


uerj_biostartup_443.pdf

Museu na Floresta do Inpa realiza os dois primeiros cursos na Base Alto Cuieiras

Os primeiros dois cursos na recém inaugurada Base Alto Cuieiras do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) tiveram início nesta semana. Promovidos pelo projeto Museu na Floresta, o I Curso de Ilustração Científica ¿ Desenhando Plantas e Bichos da Floresta segue até domingo (8) e o curso de História Natural vai até o dia 14 de julho.
Localizada em um conglomerado de áreas protegidas da Amazônia, a Base Alto Cuieiras foi inaugurada dia 08 de maio. O objetivo é desenvolver pesquisas, popularizar a ciência produzida pelo Inpa com atividade de turismo científico e capacitações para a observação e conservação da biodiversidade amazônica e a valorização da cultura dos povos tradicionais. No entorno da Base há seis comunidades tradicionais, cinco delas indígenas.
¿Queremos que essa experiência se repita várias vezes, com a integração dos diferentes grupos nessa base que é uma das nossas áreas de visitação do Inpa¿, destacou a coordenadora de Extensão do Inpa e vice-coordenadora do projeto Museu na Floresta, a pesquisadora Rita Mesquita.
O Museu na Floresta é uma parceria do Inpa com a Universidade de Quioto (Japão). Cada curso ofereceu 20 vagas. Além de alunos do Amazonas, como do Rio Purus, os cursos contam com participantes de outros estados, a exemplo do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
O I Curso de Ilustração Científica ¿ Desenhando Plantas e Bichos da Floresta é ministrado pela ilustradora científica Rosa Alves, autora dos primeiros cadernos de ilustração científica em língua portuguesa.
No retorno a Manaus, Rosa Alves lançará na manhã do próximo dia 10 (terça-feira) o livro bilíngue ¿Ilustração Botânica/ Ilustración botánica¿, que traz uma pesquisa inédita sobre história da ilustração botânica na Europa e na America Latina, além de oito técnicas, incluindo a ilustração digital, para a realização de desenhos in situ (conservação de recursos genéticos existentes em ecossistemas e habitats naturais) e em herbários.
O curso de História Natural conta com a participação de professores e monitores distribuídos em seis eixos ou grupos de trabalho. São eles: aves, mamíferos, plantas, fungos, peixes e artrópodos. Durante o curso, cada eixo ficará responsável pela organização de uma ou mais atividades que resultarão em propostas (ou produtos) de atividades de turismo científico com enfoque na natureza.
Além de construir com os alunos propostas de atividades científicas que possam ser implementadas como atividades educativas e de turismo científico, o curso tem como objetivo também produzir informação sobre a biodiversidade da área e introduzir os ecossistemas amazônicos, a identificação de organismos, interações ecológicas e demais aspectos da "história natural¿. Os participantes ainda poderão experimentar novas tecnologias para coleta de dados biológicos.
Serão professores no curso Alberto Vicentini, Flávia Santana, Mario Cohn-Haft, Noemia Ishikawa, Rita Mesquita, Charles Zartman, André Luis Sousa, Charles Zartman, Cintia Cornelius, Eduardo Prata, Fabricio Baccaro, Fernando Andriolli, Kota Onizawa, Marcelo Gordo e Ramiro D. Melinski.

Informações: CNPq

Fundamentos de la Salud Global en América Latina

Curso de 30h de duração

de 10 de setembro à 12 de outubro

disponível na plataforma de aprendizagem do Instituto Nacional da Saúde Pública do México

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/10PTwR6IPLIFKCLgDMtRhvVB5yzLlCDuTNalVlI591Sg/viewform?edit_requested=true


uerj_alasag_417.jpg

Programa destina R$ 5,5 milhões para projetos em pesquisa e inovação

Propostas para capacitação e inserção de profissionais especializados em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (P,D&I) executados em Unidade e Polos Embrapii poderão ser inscritas de 6 de fevereiro a 12 de março na página da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Os detalhes da seleção foram divulgados na Chamada Pública CAPES/CNPq/EMBRAPII/IEL-NC Nº 1/2018, publicada na quinta-feira, 25, no Diário Oficial da União.
Fruto de parceria entre a CAPES e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com apoio da Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e do Instituto Euvaldo Lodi (IELNC), o edital do programa Talentos para Inovação abrange 27 áreas de competência e totaliza o investimento em R$ 5,5 milhões.
Serão financiadas conjuntamente pela CAPES e pelo CNPq até 90 bolsas Jovens Talentos (nos valores de R$ 7 mil ou R$ 4,1 mil, dependendo da categoria), sendo até três bolsas por projeto. O resultado da chamada está previsto para ser divulgado em junho deste ano.
Para o diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães, o edital vai estimular a inserção no mercado de trabalho de profissionais com experiência em desenvolvimento de projetos tecnológicos e de inovação e fortalecer os laços entre os setores produtivos e acadêmicos.
“Queremos estimular a participação de egressos de programas de formação de áreas tecnológicas da CAPES e do CNPq em projetos de pesquisa aplicada das Unidades Embrapii, aproveitar a capacidade intelectual desses pesquisadores, que têm muito a contribuir no fomento à inovação”, destacou.
Ao compartilhar riscos de projetos com as entidades (por meio da divisão dos custos do projeto), estimula-se o setor industrial a inovar mais e com maior intensidade tecnológica para, assim, potencializar a força competitiva das empresas no mercado interno e internacional.
Os órgãos envolvidos na parceria devem criar um comitê gestor do programa para acompanhar o processo de análise e avaliação de propostas.

Fonte: Capes

Inscrições abertas para o Prêmio Jovem Cientista

Começaram ontem 29 de janeiro, as inscrições para a 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista (PJC), cujo tema será "Inovações para a conservação da natureza e transformação social". Podem concorrer estudantes do Ensino Médio, Ensino Superior, mestres e doutores. Há, ainda, mais duas categorias dentro do prêmio: Mérito Científico para o pesquisador doutor que, ao longo de sua trajetória, tenha se destacado na área relacionada ao tema da edição, e Mérito Institucional para instituições dos ensinos médio e superior com o maior número de trabalhos qualificados.
As inscrições e os trabalhos podem ser enviados até o dia 31 de julho, para o site www.jovemcientista.cnpq.br. A partir do mês de fevereiro serão disponibilizadas web aulas no site do PJC, voltadas para o tema deste ano, com o intuito de auxiliar os participantes no decorrer do prêmio.
Instituído em 1981, o PJC incentiva a pesquisa científica e os estudantes e jovens pesquisadores que buscam soluções inovadoras para os desafios do país. Biodiversidade, empreendedorismo e sustentabilidade, inovação e inclusão digital são algumas das linhas de pesquisa que podem ser consultadas no site do prêmio.
A 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Fundação Roberto Marinho, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e Banco do Brasil.

Para obter todas as informações, acesse o site do CNPq

Informações atualizadas sobre o Prêmio Jovem Cientista em O Globo


uerj__premio_jovem_cientista_390.jpg

CAPES leva cientista brasileiro para expedição no golfo da Califórnia

Estão abertas até o dia 15 de abril as inscrições para a Expedição IODP 385 – Guaymas Basin Tectonics and Biosphere, que parte de San Diego, EUA, e irá realizar trabalhos na bacia de Guaymas, no golfo da Califórnia. Os candidatos devem ser pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou pesquisador pleno (mais de oito anos de título de doutor), em diversas especialidades de Biologia e Geologia.
A Expedição 385 da IODP ocorrerá no período de setembro a novembro de 2019 e irá registrar uma série de lugares na Bacia de Guaymas para investigar relações de tectonismo, magmatismo, sedimentação, ciclos de carbono e atividade microbiana. Os cientistas pretendem pesquisar comunidades microbianas subterrâneas para determinar com que eficiência são capturados produtos de alteração de carbono, e, assim, avançar na compreensão das condições que limitam a vida na biosfera profunda.
As candidaturas devem ser efetuadas na página da CAPES. O selecionado contará com auxílio deslocamento para aquisição das passagens internacionais e auxílio para aquisição de seguro saúde. Durante a permanência no navio JOIDES Resolution, as despesas de acomodação e alimentação serão custeadas pelo International Ocean Discovery Program (IODP). As candidaturas serão avaliadas pelo Comitê Científico do Programa no Brasil e, posteriormente, homologadas pelo IODP.
O International Ocean Discovery Program (IODP) é um programa internacional de pesquisas marinhas que investiga a história e a estrutura da Terra a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar, além de monitorar ambientes de sub-superfície.
Parte significativa da comunidade científica atuante em ciências do mar de águas profundas de diversos países está envolvida no programa. Desde 2013, o Brasil, por meio de financiamento viabilizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), é membro do consórcio JOIDES Resolution e colabora com o IODP. Para executar as atividades previstas no Programa, a CAPES conta com o apoio de um Comitê Científico e um Comitê Executivo.
Expedições do IODP usam avançada tecnologia de perfuração oceânica, de modo a permitir disseminação de dados e amostras a partir de arquivos globais, particularmente para os países membros do programa.
O sistema de perfuração é apoiado por um parque analítico a bordo do Navio de Pesquisa JOIDES Resolution, composto por equipamentos de última geração voltados a pesquisa geofísica, geoquímica, microbiológica e paleoclimática. Além da infraestrutura a bordo, o IODP conta com apoio de numerosas instituições de pesquisa e formação de recursos humanos nos diferentes países que atualmente compõem o programa.

Fonte: CAPES

CNPq seleciona projetos de pesquisa sobre polinizadores

Estão abertas, até 9 de fevereiro de 2018, as inscrições para apresentação de propostas para apoio financeiro a projetos de pesquisa na área de insetos polinizadores. O edital é fruto de parceria firmada entre o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Associação Brasileira de Estudos das Abelhas ( A.B.E.L.H.A) por meio de Protocolo de Cooperação assinado em novembro do ano passado.

A Chamada envolve cinco linhas de pesquisa:

Linha 1 - Pesquisa em patógenos e parasitas em abelhas nativas e em Apis mellifera
Linha 2 - Monitoramento e avaliação da situação das abelhas nativas no Brasil
Linha 3 - Avaliação de ecotoxicidade de agrotóxicos para espécies nativas selecionadas
Linha 4 - Quantificação e caracterização de recursos ambientais coletados por espécies de abelhas nativas
Linha 5 - Avaliação bioeconômica do serviço de polinização na produtividade agrícola por cultura relevante
A conservação de abelhas e outros polinizadores tem uma importância não só ecológica, mas também econômica, em especial para a produção agrícola. Dessa forma, promover seu papel na biodiversidade e sua convivência harmônica e sustentável com as diferentes culturas agrícolas é uma ação estratégica.

As propostas devem observar as condições específicas estabelecidas no Regulamento, disponível no site do CNPq, que determina os requisitos relativos ao proponente, cronograma, recursos financeiros a serem aplicados nas propostas aprovadas, origem dos recursos, itens financiáveis, prazo para execução dos projetos, critérios de elegibilidade, critérios e parâmetros objetivos de julgamento e demais informações necessárias.

A Chamada conta ainda com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA).

Para ver o edital completo acesse aqui

BrBio e ABISUB promovem campeonato de fotografia subaquática

Inscrições até 30/11

O Projeto Coral-Sol, do Instituto Brasileiro de Biodiversidade – BrBio, em parceria com a Associação Brasileira de Imagens Subaquáticas (ABISUB), acabam de abrir inscrições para o concurso “Beleza Fatal”, tendo como tema um bioinvasor marinho, o coral-sol. A competição fotográfica acontece no dia 2 de dezembro, em Ilha Grande, na Costa Verde do Rio. O objetivo é sensibilizar fotógrafos subaquáticos e a comunidade de mergulho sobre a importância da conservação marinha e do combate ao coral-sol.

As participações são divididas nas categorias Master, com câmeras DSLR e Mirrorless; e Iniciante, com câmeras compactas. Com operação da Ocean Centro de Mergulho, os fotógrafos participantes e seus assistentes vão participar de uma saída única para o registro das imagens. O limite é de 26 pessoas e o preenchimento das vagas se dará por ordem da confirmação da inscrição. Serão premiados com troféus os três primeiros colocados de cada divisão.

Até 30 de novembro, mergulhadores de todo o país podem se inscrever no site da ABISUB (www.abisub.com.br) e realizar pagamento da saída de mergulho (R$ 200,00), diretamente à operadora Ocean (www.ocean.com.br), ou pelo telefone (21) 99529-8776. Após a reserva e pagamento da saída de mergulho, o competidor deve enviar a confirmação junto com a ficha de inscrição para o e-mail caroline.castro@brbio.org.br. O regulamento está disponível em: www.abisub.com.br/download/regbelezafatal.pdf.

Mais informações: http://www.revistamariner.com.br/noticias/brbio-absub-campeonato-fotografia

Seleção para expedição na costa da Antártida reabre inscrições até 15 de dezembro

A Expedição IODP 382 – Iceberg Alley Paleoceanography & South Falkland Slope Drift, que vai percorrer um trecho entre as ilhas Malvinas (Falklands) e a Antártida de 20 de março a 20 de maio de 2019, reabriu inscrições para seleção de pesquisadores até 15 de dezembro. As candidaturas devem ser efetuadas na página da CAPES.

Os candidatos devem ser pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou pesquisador pleno (mais de 8 anos de título de doutor), de diversas especialidades de Biologia e Geologia. O selecionado contará com auxílio deslocamento para aquisição das passagens internacionais e auxílio para aquisição de seguro saúde. Durante sua permanência no navio JOIDES Resolution, as despesas de acomodação e alimentação serão custeadas pelo International Ocean Discovery Program (IODP). As candidaturas serão avaliadas pelo Comitê Científico do Programa no Brasil e, posteriormente, homologadas pelo próprio IODP.
O International Ocean Discovery Program (IODP) é um programa internacional de pesquisas marinhas que investiga a história e a estrutura da Terra a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar, além de monitorar ambientes de sub-superfície.
Parte significativa da comunidade científica atuante em ciências do mar de águas profundas de diversos países está envolvida no programa. Desde 2013, o Brasil, por meio de financiamento viabilizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), é membro do consórcio JOIDES Resolution e colabora com o IODP. Para executar as atividades previstas no Programa, a CAPES conta com o apoio de um Comitê Científico e um Comitê Executivo.
Expedições do IODP usam avançada tecnologia de perfuração oceânica, de modo a permitir disseminação de dados e amostras a partir de arquivos globais, particularmente para os países membros do programa.
O sistema de perfuração é apoiado por um parque analítico a bordo do Navio de Pesquisa JOIDES Resolution, composto por equipamentos de última geração voltados a pesquisa geofísica, geoquímica, microbiológica e paleoclimática. Além da infraestrutura a bordo, o IODP conta com apoio de numerosas instituições de pesquisa e formação de recursos humanos nos diferentes países que atualmente compõem o programa.

Mais informações no site da Capes

Capes seleciona pesquisadores para expedições na costa da Antártida

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) recebe inscrições para duas expedições marítimas do International Ocean Discovery Program (IODP) que vão pesquisar as proximidades do continente antártico. Interessados devem realizar inscrição até 15 de outubro na página da Capes.

Na expedição IODP 379 – Amundsen Sea West Antarctic Ice Sheet History, que acontece de 18 de janeiro a 20 de março de 2019, o objetivo é estudar o Manto de Gelo da Antártida Ocidental. Já a expedição IODP 382 – Iceberg Alley Paleoceanography & South Falkland Slope Drift vai percorrer um trecho entre as ilhas Malvinas (Falklands) e a Antártida nos dias 20 de março a 20 de maio de 2019.

Candidatos devem ser pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou pesquisador pleno (mais de 8 anos de título de doutor), de diversas especialidades de Biologia e Geologia. O selecionado contará com auxílio deslocamento para aquisição das passagens internacionais e auxílio para aquisição de seguro saúde. Durante sua permanência no navio JOIDES Resolution, as despesas de acomodação e alimentação serão custeadas pelo International Ocean Discovery Program (IODP). Candidaturas serão avaliadas pelo Comitê Científico do Programa no Brasil e, posteriormente, homologadas pelo próprio IODP.

Mais informações: http://capes.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/8541-capes-seleciona-pesquisadores-para-expedicoes-na-costa-da-antartida

Nota explicativa sobre as retificações de 09/01/2013 das Chamadas para Graduação Sanduíche

A CAPES e o CNPq, considerando as dificuldades técnicas nas inscrições de candidatos das chamadas abertas para a Graduação Sanduíche no Programa Ciência sem Fronteiras, resolvem retirar o Anexo dos cursos de graduação listados nestas chamadas.

Deverão inscrever-se apenas os alunos matriculados em cursos que constam no Cadastro da Educação Superior do MEC (Cadastro e-MEC) e que estejam associados às áreas e temas contemplados nas chamadas.

Serão elegíveis exclusivamente candidaturas vinculadas às áreas prioritárias determinadas pelo Governo Federal para o Programa Ciência sem Fronteiras, cabendo à CAPES e ao CNPq definirem a pertinência dessas candidaturas às diversas áreas e temas.

Os candidatos devem atentar para as alterações nas chamadas (vide no menu ao lado as últimas retificações).

Saiba mais clicando aqui

Instituto Ecológico Aqualung

Cursos em Meio Ambiente.
Conheça e faça sua inscrição através do site do Instituto

MBA em Tecnologia da Informação Executivo - Meio Ambiental, Petróleo e Gás

Clube de Engenharia / Escola Politécnica da UFRJ

3ª e 5ª - 19h às 22h ou aos sábados (quinzenal) - das 8h30 às 18h30<

Informações com Fernando nos tels. 2562-8203 e 8873-0855, Alaíde no tel. 2562-8147 ou no site do Conselho Regional de Biologia - 2ª Região

MBA em Tecnologia da Informação Executivo - Saúde

Clube de Engenharia / Escola Politécnica da UFRJ

3ª e 5ª - das 19h às 22h ou aos sábados (quinzenal) - das 8h30 às 18h30

Informações com Fernando nos tels. 2562-8203 e 8873-0855, Alaíde no tel. 2562-8147 ou no site do Conselho Regional de Biologia - 2ª Região