UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
Mudas de árvore em extinção que produz folha de 2,5m são doadas em RO

14/01/2020

Mudas da Coccoloba (Polygonaceae), árvore que tem folha que chega até 2,5 metros de comprimento, são doadas à população pelo Batalhão da Polícia Ambiental (BPAM), em Candeias do Jamari. No local existem três dessas plantas e as mudas são feitas das sementes. Cerca de duas mil mudas são entregues por ano. O Guinness Book considera a folha desta espécie como a maior mundo.
A Coccoloba tem como principal característica o tamanho da folha dicotiledônea. Além dos 2,5 metros de comprimento, pode chegar a 1,44 de largura. A espécie também foi encontra no Parque Botânico de Ariquemes.
Segundo o engenheiro agrônomo do BPAM, Lupércio Ricci, a espécie é rara e endêmica da Amazônia, além de ser abrangente da bacia do rio Madeira.
"Não sei se ela é encontrada em toda a Amazônia Legal lá na parte da Bolívia. Mas pelos nosso estudos e acompanhamento sobre essa espécie, posso afirma que ela é endêmica praticamente da bacia do Rio Madeira. Como ela é muito rara, você encontra dela em um entorno de 600 quilômetros de distância de uma família de Coccoloba de outra. No entanto, em toda essa extensão do rio", explicou.
O trabalho do Batalhão com a entrega das mudas de várias plantas da amazônia acontece durante todo o ano. Conforme Ricci, entre essas espécies está a Coccoloba.
"Temos a produção de mais de 40 mil mudas todo ano. Trabalhamos com espécies endêmicas e que são locais, ou seja, da Amazônia. Isso devido ao bioma da região, por conta da adaptação das espécies. Muitas pessoas vêm até o Batalhão para pegar um muda e entregamos", disse.
Nas datas comemorativas do ano, como os dias da Água, do Meio Ambiente ou da Árvore, por exemplo, eventos são realizados no BPAM em parcerias com escolas no munícios e cidades vizinhas, onde as mudas também são entregues ao estudantes. De acordo com Lupércio Ricci, é feito um trabalho de educação ambiental, que abrange a floresta, os animais silvestres e os ictiofauna (de água).
"Temos trilha em que eles, junto de um policial, são levados a conhecer todo o ambiente aqui. O viveiro acaba se tornando o momento de muito aprendizado, pois além de falarmos da planta em si, descamamos a importância delas seja em teor nutricional até no tratamentos medicinais", ressaltou.

Para ver algumas curiosidades sobre as mudas da Coccoloba, acesse o G1

Novidades

Sardinhas são encontradas mortas em praia da Ilha do Governador

16/01/2020

O Instituto Estadual do Ambiente trabalha com duas hipóteses para os peixes que apareceram mortos na...

Presidente da Cedae pede desculpas e promete que gosto e cheiro da água começam a ser normalizados até semana que vem

16/01/2020

A diretoria e o corpo técnico da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) afi...

Saiba como a geosmina se forma na água e como o carvão ativado funciona

16/01/2020

A crise da água no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense tem preocupado a população. Alguns questio...

Crise da água no Rio é resultado de décadas de descaso com bacia hidrográfica, diz engenheira química

16/01/2020

Estava pronta para trazer aos leitores algumas observações sobre um bom livro que recebi, em que há ...

Área com alerta de desmatamento na Amazônia sobe 85% em 2019 ante 2018, segundo o Inpe

16/01/2020

A área com alertas de desmatamento na Amazônia Legal em 2019 aumentou 85,3% na comparação com o ano ...

Jararacas são responsáveis por 83% dos acidentes com cobras no interior do AC, aponta estudo

16/01/2020

Em um ano, 133 pessoas chegaram ao Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, vítimas de picadas de cobr...