UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
Epidemia de antraz mata mais de cem hipopótamos na Namíbia

10/10/2017

Ao menos cem carcaças de hipopótamos foram encontradas num rio do Parque Nacional Bwabwata, na Namíbia, informou o Ministério do Meio Ambiente daquele país. De acordo com as autoridades, a mortandade foi provocada provavelmente por uma epidemia de antraz, ou carbúnculo, doença infecciosa aguda provocada pela bactéria Bacillus anthracis.
— Mais de cem hipopótamos morreram na semana passada — afirmou o ministro do Meio Ambiente, Pohama Shifeta, à AFP. — Não conhecemos a causa da morte, mas suspeitamos que se trata da doença antraz.
Imagens divulgadas pela emissora estatal Namibian Broadcasting Corporation mostram várias carcaças boiando no rio. O temor é que a doença se espalhe para outros rebanhos. De acordo com o ministério, também foram encontrados 20 búfalos mortos na região, que foram enviados para análise. Além disso, é provável que algumas carcaças dos hipopótamos tenham sido devoradas por crocodilos.
— Nossos serviços veterinários estão no local para determinar a causa das mortes — disse Shifeta. — Uma vez que tenhamos os resultados, poderemos tomar as medidas adequadas.
O governo pede que a população não coma a carne de animais encontrados mortos. Por causa do cheiro dos animais em decomposição, é difícil a permanência no local por muito tempo, mas o turismo ainda não foi afetado, pois a área onde a mortandade aconteceu é restrita à visitação.
A Namíbia é um dos principais destinos africanos para turistas que desejam apreciar a fauna do continente ou visitar as dunas do deserto do Kalahari. De acordo com os últimos levantamentos, o país tem cerca de 1.300 hipopótamos.
O antraz é uma doença infecciosa aguda que afeta tanto animais como humanos. A bactéria Bacillus anthracis se tornou popularmente conhecida em 2001, quando cartas contaminadas foram enviadas a órgãos do governo e veículos de imprensa nos EUA nas semanas posteriores ao atentado terrorista de 11 de setembro. Cinco pessoas morreram.

Fonte: O Globo

Novidades

Ondas fortes arrastam contenção feita pela Prefeitura e criam buracos na Praia da Macumba

19/06/2018

Para os moradores do entorno da Praia da Macumba, no Recreio, Zona Oeste do Rio, a história se repet...

Vacinação contra a gripe é prorrogada até sexta em Niterói

19/06/2018

A Campanha de Vacinação Contra a Gripe de 2018 foi prorrogada pela prefeitura de Niterói até sexta-f...

Canudinho: conheça as alternativas ao tubinho de plástico condenado por poluir o meio ambiente

19/06/2018

Todos os dias, só nos Estados Unidos, 500 milhões de canudos plásticos são usados. O material acaba ...

Polícia Ambiental solta 11 maritacas após tratamento no zoo de Catanduva

19/06/2018

A Polícia Ambiental soltou no dia 13, 11 maritacas que estavam recebendo tratamento no zoológico de ...

Onça parda sobe em árvore de sítio e assusta moradores de distrito em Jaú

19/06/2018

Uma onça parda assustou os moradores de um sítio no distrito de Potunduva, em Jaú (SP), na última qu...

Brasil vai testar novo exame para reforçar luta global contra malária

19/06/2018

O Instituto Nacional de Ciência da Eliminação da Malária (Instituto Elimina), um consórcio de cerca ...