UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
Passeio infantil promove educação ambiental no Parque da Tijuca

12/04/2018

“Fala-se muito em deixar um planeta melhor para os nossos filhos, e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta.” A frase, de autor desconhecido, virou lema entre os amantes da natureza. Um deles é o guia e escalador Edson Júnior. Coordenador do projeto Kids Trekking, Júnior promove passeios guiados pela Floresta da Tijuca, onde ensina os pequenos a cuidar, conhecer e respeitar a fauna e a flora da mata.
O projeto com circuitos pela maior floresta urbana replantada do mundo existe desde 2014. Durante os passeios, as crianças recebem noções de educação ambiental, sustentabilidade e ecologia.
— Tenho uma empresa de ecoturismo e aventura chamada Kaluanã, com foco em passeios outdoor pelo mundo. Não pensei duas vezes antes de criar esse projeto para crianças. Percebi que o mercado era carente de atividades do gênero; então resolvi investir — diz Júnior.
Na programação educativa das trilhas, as crianças aprendem a se portar na natureza, descobrem quais são as roupas e os alimentos adequados para cada tipo de caminhada e são alertadas a respeito do cuidado com o descarte do lixo e com a alimentação dos animais silvestres. Esses e outros detalhes estão incluídos na experiência, segundo Júnior, para que as crianças participantes sejam multiplicadoras do saber ecologicamente responsável e para que deem o exemplo aos filhos e netos.
Os circuitos pelo Parque Nacional da Tijuca (PNT) têm níveis que variam de dificuldades de fácil a média. Entre as opções há o Circuito das Grutas, com as cachoeiras Gabriela, Diamantina e das Almas. Logo depois, eles vão ao Parque da Catacumba, na Lagoa, onde é feita uma trilha de médio porte, de cerca de 40 minutos, com a recompensa de uma bela vista.
Os passeios acontecem aos sábados e domingos, das 9h às 12h30m, e precisam de um mínimo de três crianças. É obrigatória a participação dos responsáveis. São aceitos no máximo 20 pessoas, e a idade mínima é de 5 anos, mas se o adulto fizer questão de levar uma criança com idade inferior, também é aceito. O preço da atividade é de R$ 80 por criança.
— O programa é para toda a família. É importante que os pais estejam, não somente para o caso de algo que não está programado acontecer, mas também porque a troca de informações é muito rica — afirma Júnior.
A advogada Simone Barbosa, frequentadora do PNT, começou a fazer os passeios com o filho, Guilherme, de 6 anos, desde cedo.
— Os passeios fizeram muito bem ao Guilherme. Começamos quando ele tinha 4 aninhos. Ele está mais comportado, ciente de que o ser humano precisa da natureza para sobreviver. Aconselho a todos a experiência — afirma Simone.
No passeio não estão incluídos transporte e nem o lanche do piquenique. Fazem parte do pacote guia trilíngue e fotos com a máquina GoPro.

Fonte: O Globo

Novidades

Ilha em Cagarras, perto de Ipanema, registra recorde de fragatas

17/01/2019

Uma série de estudos realizados no Arquipélago das Cagarras estima que a Ilha Redonda, a cerca de 10...

Falta de lixeiras provoca protesto bem-humorado de moradores de Copacabana

17/01/2019

O movimento de tirar uma foto com as escassas lixeiras do bairro teve início no grupo Copacabana Ale...

Acidentes envolvendo escorpiões na cidade de SP crescem 37% em 2018

17/01/2019

Acidentes envolvendo escorpiões na cidade de São Paulo cresceram 37% em 2018, no comparativo com o a...

Eldorado, no interior de SP, registra uma morte por suspeita de febre amarela

17/01/2019

A cidade de Eldorado, no interior de São Paulo, registrou uma morte com suspeita de febre amarela de...

Sucuri de 2 metros é resgatada por bombeiros e escapa de ser triturada em tanque de estação de esgoto em MS

17/01/2019

Um filhote de sucuri foi resgatado pelos bombeiros de dentro de um tanque de uma empresa de tratamen...