UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
Tubarão de 150 kg é capturado ´sem querer´ e surpreende grupo em SP

19/11/2019

Um tubarão pesando mais de 150 kg foi capturado em uma rede em Guarujá, no litoral de São Paulo, no domingo (17). De acordo com banhistas ouvidos pelo G1 nesta segunda-feira (18), pescadores pegaram o animal em uma rede de pesca e ele já estava quase morto quando chegou à praia.
O animal, da espécie Mangona (Carcharias taurus), foi pescado próximo ao Morro do Mar Casado. A rede que fisgou o animal era de pescadores que trabalham com ‘rede de espera’, quando eles armam a rede em um dia e, no outro, voltam ao local para puxar e recolher o que ela capturou.
O G1 apurou que no momento que os pescadores puxaram a rede, foram surpreendidos pelo tubarão que já veio fragilizado, respirando com dificuldade.
Josiane Ferreira da Silva, de 26 anos, fez os registros do animal. O tubarão foi levado para a casa de um dos pescadores, onde foi feita a divisão da carne. "Eles chegaram aqui no bairro por volta das 20h30. O tubarão já estava bem fraquinho. Aqui eles decidiram fazer a divisão entre eles", explica.
Segundo a cabeleireira, foi feita a pesagem do animal e, de acordo com os pescadores, ele pesava 150 kg sem a cabeça.
De acordo com especialistas, a espécie Mangona pode chegar a quatro metros de comprimento e pesar até 200kg. Ele é comum na região do litoral de São Paulo por gostar de águas rasas. Apesar da aparência, o animal não é agressivo e não oferece riscos para os banhistas.
"Esse tubarão pescado pelo pescadores, aparentemente, é uma fêmea. Ele é um peixe extremamente inofensivo para o ser humano. Apesar das mandíbulas expostas, com os dentes enormes, é um animal que se alimenta de pequenos peixes, crustáceos e moluscos. É muito dócil e não oferece perigo nenhum ao ser humano", explicou o biólogo Eric Comin.
Ainda segundo ele, o consumo da carne de tubarão não e recomendada. "A alimentação do tubarão acaba contaminando ele com mercúrio e a ingestão da carne do animal pode contaminar o ser humano também. Esse mercúrio pode atuar no sistema nervoso central e causar problemas."

Fonte: G1

Novidades

Sardinhas são encontradas mortas em praia da Ilha do Governador

16/01/2020

O Instituto Estadual do Ambiente trabalha com duas hipóteses para os peixes que apareceram mortos na...

Presidente da Cedae pede desculpas e promete que gosto e cheiro da água começam a ser normalizados até semana que vem

16/01/2020

A diretoria e o corpo técnico da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) afi...

Saiba como a geosmina se forma na água e como o carvão ativado funciona

16/01/2020

A crise da água no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense tem preocupado a população. Alguns questio...

Crise da água no Rio é resultado de décadas de descaso com bacia hidrográfica, diz engenheira química

16/01/2020

Estava pronta para trazer aos leitores algumas observações sobre um bom livro que recebi, em que há ...

Área com alerta de desmatamento na Amazônia sobe 85% em 2019 ante 2018, segundo o Inpe

16/01/2020

A área com alertas de desmatamento na Amazônia Legal em 2019 aumentou 85,3% na comparação com o ano ...

Jararacas são responsáveis por 83% dos acidentes com cobras no interior do AC, aponta estudo

16/01/2020

Em um ano, 133 pessoas chegaram ao Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, vítimas de picadas de cobr...