UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
RedesFito lança livro que destaca o conhecimento popular sobre plantas medicinais no extremo sul da Bahia

23/05/2019

O lançamento do livro Conhecimento Popular de Plantas Medicinais do Extremo Sul da Bahia aconteceu no salão Internacional da ENSP (25/04). O livro é um dos produtos do projeto denominado Saúde e Plantas Medicinais em Sistemas Produtivos Agroecológicos no Extremo Sul da Bahia. O projeto objetiva a inserção de espécies medicinais em sistemas produtivos de assentamentos agroecológicos do Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em três municípios do local.
O evento foi iniciado com uma mesa de abertura seguida de uma mesa de diálogo, com os participantes do processo de elaboração do livro. O lançamento terminou com uma confraternização entre os participantes.
Estiveram na mesa de diálogo: Jorge Souza Mendonça, diretor do Instituto de Tecnologia em Fármacos; Hermano Albuquerque de Castro, diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca; Marco Antônio Menezes vice-presidente de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz; Carlos Finatto Belle, diretor da editora Expressão Popular; Glauco de Kruze Villas Bôas, coordenador do Centro de Inovação em Biodiversidade e Saúde de Farmanguinos/ RedesFito.
Para o vice-presidente de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz, Marco Antônio Menezes, o projeto reforça uma agenda da Fundação, voltada para a agroecologia e para a valorização do conhecimento popular. Marco afirma que o trabalho demonstra o que a Fiocruz pensa sobre a construção coletiva do conhecimento. Para ele o livro é uma proposta de respeito às comunidades tradicionais, pois a construção do conhecimento está sendo feita a partir da discussão com as comunidades tradicionais, valorizando o território e os espaços de produção de conhecimento.
O diretor de Farmanguinhos, Jorge Souza Mendonça, parabenizou o conjunto de autores pelo trabalho realizado, que resultou no livro. Jorge Mendonça, destacou o trabalho do coordenador do projeto, Glauco Villas Boas, dizendo ter a certeza de que os autores foram absolutamente respeitados para que pudessem contribuir com seus conhecimentos na elaboração do livro. "Que seja uma fonte de inspiração, não somente para a rede, mas para todos que trabalham com plantas medicinais, ressaltou o diretor.
Na mesa de diálogo estiveram presentes: os participantes do processo de elaboração do livro - Glauco Villas Bôas, coordenador geral do projeto Saúde e Plantas Medicinais em Sistemas Produtivos Agroecológicos no Extremo sul da Bahia; Paulo Sabroza, coordenador da vertente monitoramento em saúde do projeto; João Dagoberto e Paulo Lopes, da Escola Superior de Agricultura, Luiz de Queiroz (USP); Aimberê Gomes Jardim, da direção do setor saúde do MST; Danilo Oliveira de Araújo,da Escola Popular de Agroecologia e Agrofloresta Egídio Brunetto e os gurdiães do conhecimento Vanuza Souza, Valdemiro Moreira, Jonas Barbosa e Osmar dos Santos.
Os participantes do projeto falar sobre suas experiências e formas de participação no projeto e na elaboração do material que resultou no livro. Para eles a experiência de resgatar e compartilhar o conhecimento popular das plantas medicinais é gratificante e enriquecedora para a população.

Fonte: RedesFito

Novidades

Animal marinho ´posa para foto´ na Praia de Camboinhas e volta para o mar

22/08/2019

Um animal marinho foi avistado na praia de Camboinhas, em Niterói, na região metropolitana do Rio, n...

Fundação Parques e Jardins tem quatro mil mudas para plantar no Rio

22/08/2019

A comoção que causa o corte de uma árvore só é comparada à de quando se vê bicho sendo maltratado na...

Fenômeno ótico que escureceu SP é uma das consequências das queimadas na Amazônia

22/08/2019

Uma frente fria apresentou ao paulistano o céu de chumbo produzido pelo calor das queimadas que arde...

Análises confirmam presença de partículas de queimadas maior do que o normal em água de chuva preta de SP

22/08/2019

Análises técnicas feitas por duas universidades mostraram que a água da chuva de cor escura, coletad...

SP tem 90 novas áreas desmatadas de Mata Atlântica nos últimos 5 anos, aponta relatório

22/08/2019

A cidade de São Paulo somou pelo menos 90 novas áreas de Mata Atlântica desmatadas nos últimos 5 ano...

Superbactérias são encontradas pela primeira vez fora do ambiente hospitalar em SP

22/08/2019

Superbactérias que até agora só eram encontradas em ambiente hospitalar foram detectadas em pessoas ...