UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
Peixe gigante e de raro ´sangue quente´ aparece em SP e intriga especialistas

08/11/2018

Um peixe considerado bastante raro intrigou moradores e funcionários do Mercado de Peixes em Santos, no litoral de São Paulo, logo após ter sido retirado, acidentalmente, do mar. A princípio, os peixeiros acreditavam se tratar de um ‘peixe-lua’. No entanto, a pedido do G1, um biólogo marinho identificou que o animal é, na verdade, um ‘peixe-opah’, o primeiro peixe de sangue quente conhecido pela ciência. Uma espécie oceânica rara, cujo aparecimento pode estar relacionado às mudanças climáticas.
A identificação só foi possível porque um morador da cidade resolveu fazer uma foto do peixe "gigante e diferente". "Ontem fui comprar peixe na banca 9, como de costume, e o pessoal estava pesando esse peixe que tinha acabado de chegar. Lembro que deu 32 kg. Tão pesado que até quebrou um isopor. Achei bonito e diferente, então pedi para uma das vendedoras segurá-lo e fotografei", explica Alfredo de Souza.
Segundo o morador, os peixeiros acreditaram que era um ´peixe-lua´. "A vendedora me disse que um pescador levou para pesar e só falou que tinha pescado ele a umas 150 milhas [240 km] da costa. O dono da banca tentou comprar a todo custo. Ofereceu R$ 200, mas o pescador não aceitou e foi embora", acrescenta.
A pedido do G1, o biólogo marinho e cinegrafista subaquático Eric Comin conseguiu identificar a espécie. Ele comenta que contou com a ajuda, inclusive de colegas que moram na Austrália porque, apesar de viver nas profundezas de águas oceânicas, o animal não é comum na costa brasileira.
O peixe-opah costuma chamar atenção pela coloração avermelhada e tamanho. Segundo especialistas, o animal pode atingir um comprimento máximo de 2 metros e um peso máximo de 270 kg.
"Esse peixe tem uma característica incrível. Eles estão sendo considerados os primeiros peixes no mundo a terem o sangue quente. Isso os ajuda também a se mover rapidamente para caçar as presas. A diferença para os demais é que os outros variam a temperatura do corpo de acordo com o meio ambiente. É um animal incrível justamente por todas essas curiosidades", finaliza Comin.

Fonte: G1

Novidades

Esquecido, o velho Campo de Santana ganha uma esperança

19/11/2019

A chuva fina no feriado de ontem tornava ainda mais melancólico o clima no Campo de Santana. Nada fa...

Hotel Nacional reabre com filosofia de resort urbano e planos de transformar jardim de Burle Marx em praça

19/11/2019

Só de lobby, são 3 mil metros quadrados. Junto à decoração clean, figuram obras de arte originais, c...

Pescadores da Praia do Sossego serão realocados em local próximo

19/11/2019

Dando um desfecho para uma disputa judicial que se arrastou por 24 anos, um acordo firmado pela 4ª V...

Inpe vai pesquisar possibilidade de manchas escuras no litoral serem piche em vez de óleo

19/11/2019

Um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) estuda a possibilidade...

Tubarão de 150 kg é capturado ´sem querer´ e surpreende grupo em SP

19/11/2019

Um tubarão pesando mais de 150 kg foi capturado em uma rede em Guarujá, no litoral de São Paulo, no ...

Bombeiros desmontam peças de carro para resgatar tamanduá em motor em MT

19/11/2019

Um tamanduá-mirim foi resgatado depois de ficar preso no motor de um carro no sábado (16) em Sinop, ...