UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidades > Notícias
Ibama muda regra de transporte de animais silvestres entre estados para evitar fraudes

15/05/2018

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis) mudou a regra para o transporte de animais silvestres entre estados no Brasil. Agora, o transporte de animais vivos ou abatidos deve ser feito mediante autorização de transporte e pagamento de boleto por meio do SISFauna, sistema de controle da fauna silvestre brasileira.
Se o sistema não funcionar, o Ibama orienta para que o autorização seja emitida em qualquer unidade do instituto. A nova portaria foi publicada nesta semana no Diário Oficial da União e substitui regra de 1997.
A norma anterior exigia apenas a apresentação de Nota Fiscal emitida pelo Ministério da Agricultura e do Abastecimento, informa o Ibama. Segundo o instituto, no entanto, notas falsas eram utilizadas para regularizar animais retirados da natureza.
Atualmente, animais silvestres só podem ser adquiridos em criadouros autorizados pelo órgão ambiental competente. Não há autorização para a retirada livre da natureza, diz o Ibama.
Além da AT (Autorização de Transporte) e pagamento do boleto, o responsável deverá apresentar o Guia de Trânsito Animal, documento que atesta a regularidade sanitária do animal, informa o institutod.
O transporte de animais de estimação que não pertençam à fauna silvestre, como cães e gatos, não é afetado pela nova exigência, informa o Ibama.
O instituto "normatiza apenas a comercialização e o transporte de animais da fauna silvestre brasileira procedentes de empreendimentos de fauna registrados no Ibama", diz o instituto.
Segundo a ONG WWF, o Brasil é um dos países que mais exporta animais silvestres ilegalmente no mundo. O transporte desses animais movimenta 1 bilhão de dólares anualmente, diz a ong.
Diferente de cães e gatos, o animal silvestre não é doméstico e reage à presença do ser humano. O papagaio, a arara, o mico e o jabuti são exemplos de animais silvestres.

Fonte: G1

Novidades

Pesquisadores encontram nova espécie de louva-a-deus no Jardim Botânico

23/10/2018

Quando o tema é inseto, pode-se pensar na beleza da borboleta, na organização das formigas ou no noj...

Meteorito raro, com apenas 65 gramas, é achado em escombros do Museu Nacional

23/10/2018

Após terem sido encontrados fragmentos do crânio de Luzia, o fóssil mais antigo das América, pesquis...

Moradores protestam contra a derrubada de 37 árvores na Gávea

23/10/2018

Moradores da Gávea integrantes do movimento "37 das Acácias" fizeram um protesto contra a derrubada ...

Ocupações irregulares em Área de Proteção Ambiental preocupam moradores do Catete

23/10/2018

O barulho denuncia. Dia e noite moradores da parte de baixo da Rua Tavares Bastos, no Catete , escut...

Projeto promove intersecção entre ciências humanas e proteção ambiental

23/10/2018

Uma visão holística sobre a realidade local e a intersecção com a proteção ambiental da região. Essa...

Engenheiro do ITA, joseense dirige mapeamento em 3D inédito da Terra

23/10/2018

Durante um vôo solitário, em um planador, o joseense Alberto Moreira, de 56 anos, sonhou alto - faze...